Pequenas coisas...

sexta-feira, agosto 05, 2016 | Postado por: Paloma Inácio


Preciso falar sobre gratidão. As pessoas dizem que no inicio do casamento tudo são flores, como uma lua de mel estendida. Confesso que para mim o inicio foi o mais difícil, mas sou grata por tudo que tenho aprendido. Nesses primeiros meses morando relativamente longe dos pais, com recursos financeiros limitados, uma casa inacabada, dentre outras adaptações que fomos passando foram muitas mudanças para uma pessoa só.

A verdade é que nós criamos expectativas, traçamos planos e quando algo desvia-se levemente do esperando parece que perdemos o controle, e eu de fato não tenho. Entreguei minha vida, meus planos, meus sonhos nas mãos de Deus e precisamos entender que a vontade Dele muitas vezes não é a mesma que a nossa.

Enfim, tenho aprendido muito nessa fase de mudanças e através desse post queria dividir um pouquinho com vocês mudanças que tenho notado em mim.

- Aprendido a confiar mais em Deus, toda vez que me vejo ansiosa me lembro que Ele está no controle e então descanso em sua presença (Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. Salmos 121:1-2).

- Tenho valorizado cada pequeno momento, como um beijo pela manhã, a alegria dos cachorros ao me receber, uma tarde sem fazer nada em família.

- Tenho desenvolvido um olhar mais criativo. Como o orçamento é pequeno (quase nada kk), várias coisas no nosso cantinho tem sido feito na base do ‘faça você mesmo’, aprendi a dar uma segunda chance a muita coisa, e claro valorizado o consumo mais consciente.

- De certa forma, tenho me sentido bem mais próxima da natureza, curtindo e amando cada plantinha da nossa casa (uma hora sai nossa horta,juro kkk).

- Tenho me aceitado muito mais, meus defeitos e qualidades. Ando bem mais desencanada com o exterior.

- Como uma pessoa super imediatista, eu tenho aceitado mais o tempo das coisas, em relação a casa, por exemplo, eu costumava cobrar muito, buscando defeitos e enfatizando nos detalhes que ainda faltavam ao invés de curtir cada detalhe já conquistado. Como o Luiz tenho aprendido a ser grata, muito grata a tudo o que temos e tudo o que somos.



A verdade é que a vida a dois não é fácil, mas é sim um grande aprendizado e sou grata pois tenho me tornado uma pessoa mais leve e FELIZ. Engraçado analisar e ver essas mudanças (mesmo que sutis) e ver o amor de Deus e seu cuidado nas pequenas coisas.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE

0 comentários

Facebook

Twitter