Ruivice - Laranjinha que amamos

sexta-feira, abril 24, 2015 | Postado por: Paloma Inácio


Olá gente, hoje eu vim falar sobre um assunto que toda mulher ama que é cabelo, em especial de ruivices! Não é difícil de notar que a cabeleira ruiva tem ganhado cada vez mais espaço, e não é pra menos, né?! Além de se destacar na multidão, também remete à moda, já que, inegavelmente, é uma super tendência. 

Esse post é especialmente para aquelas que estão pensando em, também, se ‘jogar’ na ruivice, porém. estão em dúvida, ou não sabem por onde começar. Separei algumas dicas das blogueiras que amamos e que, recentemente, também entraram para o time das ruivas. Confira e inspire-se!

Bianca Andrade - Boca Rosa




Antes da ruivice: O cabelo da Bia veio de um loiro platinado, então teve que passar para loiro escuro e só depois aplicar a tinta ruiva. Todo o procedimento dela é feito em salão. Foram duas tinturas que ela testou, até chegar na tonalidade que está.

Tintura:
1º - Alfaparf 8.4 + Ox 30 volumes
2º - Majirel 7.4 + Ox 30 volumes

Retoque: Para a tintura no cabelo todo o intervalo é de 2 meses. Em geral, ela mantém pintando a raiz e tonalizando o comprimento do cabelo. O intervalo varia entre 20 ou 30 dias, usando o tonalizante C.Kamura Conhaque.

Tratamento: Como ela mantinha o cabelo platinado, que danifica bastante os fios, segundo ela, manter o ruivo é mais fácil, os cuidados são de um cabelo normal, apenas uma hidratação forte no salão uma vez ao mês.

Claudinha Stoco



Antes da ruivice: : A Claudinha mantinha um tom de castanho natural com as pontas em ombré hair, porém, no mesmo dia em que tingiu o cabelo, também cortou as partes danificadas pelo loiro, portanto, ao pintar estava praticamente virgem.

Tintura:
Color perfect Wella 8.3 e 8.4 + Ox 40 volumes (na primeira aplicação agora mantém com Ox 30 volumes)

Retoque: Cada 20 a 25 dias no salão, aplicando primeira nas pontas, depois a raiz.

Tratamento: A Clau investiu em produtinhos da Schwarzkopf, especializados em manter a cor intensa do cabelo (shampoo, máscara e termo protetor), a linha é a Bonacure Color Freeze. Outro produto da marca que ela usa é o protetor térmico Guardian Angel (que comprou em Londres). Além da hidratação da Redken SOS no salão.

Fran Guarnieri - Morando Sozinha



Antes da ruivice:  Na verdade, a Fran já era ruiva antes do laranjinha, ela mantinha a cerca de 6 anos o vermelho cereja. Vejam como foi o demorado o procedimento: primeiramente, ela foi a um salão onde a profissional indicou, ao invés da tintura imediata, fazer mechas a fim de clarear o cabelo. Feito isso, além de não ficar na tonalidade desejada, os fios ficaram destruídos e as pontas ressecadas. A solução foi aguardar um período até que o cabelo minimamente se recuperasse. Até que voltou ao salão e pintou o cabelo, porém a parte da raiz e o comprimento que estava com mechas ficaram com cores diferentes. Então trocou de salão, indo à uma amiga de sua mãe que primeiramente fez uma lavagem de remoção de tinta, então descoloriu o cabelo com ox 10 volumes (sempre evitando manchar a raiz do cabelo). Ela teve que retornar ao salão, pois ainda não havia sido removida toda a tinta, dessa vez foi feito uma selagem e a aplicação da tinta, então a Fran, finalmente, chegou ao laranjinha! Porém ela não mantém a mesma coloração, antes usava um tom mais natural e agora optou por um ruivo mais vivo!

Tintura:
1º - Alfaparf 8.4 + Ox Alfaparf 30 volumes (que precisa ser estabilizada)
2º - Color Perfect Wella 8/4 + Ox 30 volumes Alfaparf (que precisa ser estabilizada)

Retoque: Aplica a coloração em torno de 20 a 30 dias de intervalo.

Tratamento: A Fran mantém o mínimo cuidado necessário aos cabelos, apenas uma hidratação caseira por semana.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bom, as três blogueiras mantém a cabeleira no salão, eu mesma indico para você que tem tentado, longe das mãos de um profissional, e ainda não chegou no tom que deseja. Invista pelo menos a transformação no salão, caso decida manter o retoque em casa, ok! Mas, na minha opinião, pelo menos quando for pintar pela primeira vez, vá, preferencialmente, à algum que tenham te indicado, pois para chegar ao ruivo é um processo muitas vezes delicado e demorado.

Então gente, o que concluímos é que não é um bicho de sete cabeças, apenas te exigirá um investimento mensal para manutenção (ai meu bolso kkk). Espero que tenham gostado das dicas, e as ruivas (ou aspirantes) comentem, amamos saber a opinião de vocês.


VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE

4 comentários

  1. Deu até vontade de ficar ruiva também. Kkkkkk lindo post. Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Siiiiiiim, vontade dá, o que me falta é tempo e paciência para manter!!!!!! Beijos Prii

    ResponderExcluir
  4. Vc usou alfaparf e marjirel juntas?

    ResponderExcluir

Facebook

Twitter