O Novo dos Vingadores

sábado, abril 25, 2015 |

Tive o privilégio de poder estar na pré-estreia nacional de "Vingadores: A Era de Ultron" no dia 22 (quarta-feira) e preciso já começar o texto dizendo que foi MARAVILHOSO e que Nívea está desmaiada!!

E foi assim que eu fiquei!

Depois de aproximadamente 3h de fila para poder assistir a sessão das 22h (minha amiga tinha faculdade no dia, não deu para ir na das 20h) e de quase ficar rouca tentando me comunicar com as minhas amigas na fila, porém tendo feito uma amizade bem bacana com um grupo que estava perto, finalmente consegui entrar na sala e sair correndo para o ponto mais alto que pude, logo encontrei um lugar para sentar, onde esperei por cerca de mais meia hora pelo começo do filme (essa vida de nerd é só esperar, esperar e esperar!).

E lembrem-se que os nerds do resto do mundo ainda estão esperando!

Mas espera à parte, o filme já começou com todo mundo gritando só de ver o logo da Marvel (é muita emoção, gentchy) e outros tantos fazendo "shiu!" para esse primeiro grupo.

Ao contrário do primeiro Vingadores, em que a "treta" inicial tem um pequeno diálogo antes e um desenvolvimento linear, A Era de Ultron já começa no meio muita gente se batendo e muitas balas voando. Pode ficar um pouco confuso devido a explicações rápidas, mas a missão que ocorre nesse momento, é a tentativa de recuperar o cajado de Loki (todo mundo lembra dele, por favor) para conseguir a joia do infinito com o poder da mente, que se encontra dentro dele.

(Nota: As Joias do Infinito são gemas com poderes especiais as quais o vilão Thanos é mostrado tentando reunir em várias cenas pós-créditos da Marvel. Para melhores informações, vejam Guardiões da Galáxia).

O que os heróis não sabem é que dentro da fortaleza que estão atacando, estão Wanda e Pietro Maximoff (ou Feiticeira Escarlate e Mercúrio, nomes que não puderam ser usados devido a todo aquele rolo do contrato com a Fox) que são mutantes (apesar de isso também não poder ser dito no filme por causa desse mesmo contrato). Bom, o que importa é que eles têm poderes bem punks.

PAUSA DRAMÁTICA: INTRODUÇÃO AOS GÊMEOS


Wanda Maximoff

Wanda Maximoff, ou Feiticeira Escarlate é (não contem para ninguém, a Fox não deixa) filha do Magneto. Ela possui poderes que incluem controle de mentes, criação de campos de energia e telecinesia (O que a Maria Hill explica muito bem durante o filme, inclusive). Ela e o irmão gêmeo, Pietro, nos quadrinhos, são criados por ciganos, o que também não é dito no filme, que alega que os irmãos ficaram órfãos aos 10 anos de idade durante o bombardeio do prédio no qual moravam.

Pietro Maximoff

Já Pietro Maximoff, ou Mercúrio, é irmão gêmeo de Wanda e já deu as caras no cinema no ano passado, quando ainda era um jovem nos anos 70 em X-Men: Dias de um futuro esquecido (a Disney que me perdoe, mas esse filme também é incrivelmente ótimo). Não há grande mudança na construção do personagem dessa vez: Ele continua debochado, rápido e descontraído, o que nos faz desenvolver muita afeição porque, convenhamos, ele merece.

FIM DA PAUSA DRAMÁTICA


Os gêmeos têm uma "pequena" incompatibilidade com Tony Stark devido a traumas do passado e, por isso, estão ajudando essa equipe que, no momento, está com o cajado. Em dado momento desse primeiro embate, Wanda tem a oportunidade de entrar na mente de Tony, fazendo com que ele alucine com o fim dos Vingadores. Amedrontado, Tony retoma um plano abandonado de proteção da Terra: O uso de inteligência artificial, chamado "Ultron".

É nesse momento que o vilão da vez é criado. Contudo, ele só nos é devidamente apresentado naquela cena do primeiro trailer, naquela pós festa em que a galera tenta levantar o martelo do Thor.

OUTRA PAUSA DRAMÁTICA: DÁ UMA OLHADA NESSE VILÃO!


Ultron

Algumas pessoas não estão curtindo muito o Ultron porque o grande objetivo dele é ligeiramente clichê: destruir o mundo.Convenhamos, é mesmo. Mas não é muito mais clichê que o plano do Loki de dominá-lo e todo mundo baba pelo Loki mesmo assim. O problema em questão é que viemos desse vilão extremamente carismático direto para o Ultron, uma máquina. Mais especificamente, um programa de computador.

Para mim, o personagem é tão carismático quanto uma inteligência artificial pode ser e ainda por cima carrega consigo traços de Tony Stark. A única coisa que realmente me incomodou é o fato de não ficar claro de que forma ele conseguiu aquele exército imenso de robôs e nem de onde ele tirou o Visão.

PAUSA NO MEIO DA PAUSA


Visão

A princípio vocês vão me desculpar, mas a melhor imagem que se consegue do Visão do filme, por enquanto, é essa Concept. Isso porque apesar de ser MUITO importante para a trama, Visão ainda não consegue um lugar de verdadeiro destaque no meio dos herois. Visão é um híbrido de humano e máquina para o qual Ultron deseja transferir sua consciência. SPOILER ALERT PARA QUEM NÃO LEU AS HQS - Mas ele não consegue concluir a operação.

No fim das contas, Visão, muito eloquente e ótimo com discursos e raciocínio, é um tipo de androide com inteligência artificial e consciência própria.

FIM DA PAUSA COM PAUSA


A partir daí, acredito que tudo que eu disser sobre o enredo pode ser considerado spoiler, então vou deixar registradas as minhas impressões:

  • Natasha não é mais uma pessoa altamente fria, mas uma mulher com sentimentos e um passado negro, o qual ainda dói. Acredito que isso traz muita humanidade a essa personagem que os enredos anteriores deram pouca importância.
  • Os gêmeos, apesar do tempo limitado que possuem para se desenvolver, conseguem fazer isso muito bem, provocando muita empatia e causando primeiras impressões bem adequadas ao que eles são nos quadrinhos: um homem debochado e uma mulher forte com uma mente frágil.
  • Quem não gosta do Gavião vai mudar de opinião rapidinho.

E aproveitem para matar as saudades de personagens que aparecem nos filmes solos dos herois porque eles aparecem aqui a rodo como uma ótima prequel para Civil War, que lança ano que vem!

Comprem uma pipoca grandona, o maior dos refrigerantes, cuidado para não roer as unhas e preparem os forninhos!

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE

0 comentários

Facebook

Twitter